MATRIX: Uma matéria difícil para calouros

por Pragakham – 2011

Quando iniciantes na matrix, nos tendenciamos a procurar, escavar um caminho que nos liberta e nos fortalece, mas do que adianta entrar no mar se você não sabe nadar? Do que adianta tentar vir para a Real, ou vida sem sofrimento, se você mesmo se condena e se enfraquece, colocando em xeque as armas que te ajudam, e ir contra o sistema, e cair de cara no chão e achar graça? Assim é o calouro, ele está ali para experimentar: se quente ele pula fora, se frio ele chora, se morno ele enrola não tomando atitude e rumo certo. Escolhendo qual lado ficar, qual lado seguir é a mesma coisa de você completar 18 anos e ter que deixar seu emprego, e ficar dias escolhendo entre exército, marinha ou aeronáutica, e no final apenas pedir a dispensa se lhe for cabível.

Quando entramos numa guerra devemos entrar para ganhar custe o que custar, o importante é ver seu inimigo derrotado e não ficar olhando o pau dele se é grande. A verdade dói, dói sim! É nua e crua! Então por que não maquiá-la de forma engraçada? Jogando ela para a parede e a seu favor?

 Nada melhor que usufruir e tirar proveitos das coisas ruins, e saber tirar do fundo, o cara que no certo você deveria ser. E não criticar ou respaldar, tudo aquilo que é feito para lhe ajudar. Devemos ser como a água do rio a correr em uma direção sé, e unidos.

Mas como vemos é festa de calouros que entram apenas pra ver se é bom. É como droga, experimenta, se for bom vicia, se não for pede outra mais forte ainda. Mulheres querem seu bem, mas bem financeiros, elas adoram te chamar de BB né? Que gracinha! Procure saber esta frase: ‘BANCO DO BRASIL!” Acorda pra vida rapá, dificilmente na matrix você conseguirá rir de você mesmo, a não ser que você torne seu inimigo um palhaço. E vá ao espelho e deboche de você mesmo levando a vida numa boa e na tranquila, agora se como calouro, arder sem saber pra onde correr, vai tomar muitas dedadas no rabo por muitas vadias! Quando você chega na matrix, ela te pede pra sair várias vezes, igual o Capitão Nascimento. Poucos aguentam e poucos vencem para rir.

BAIXE ESTE POST

PDF download icone

22 - Pragakham

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s