Dicionário feminino

por Mandrake – 2011

1ª Frase: “Para mim você é como um irmão!!! Não quero estragar nossa amizade!!!”

Significado real: “Você não me atrai nem um pouco e eu não vou ficar com você nem fodendo. Entretanto gosto que você fique por perto para me bajular, levantar minha autoestima e ouvir os meus choramingos quando algo dá de errado na minha vida.”

2ª Frase: “Eu gosto de homem carinhoso, sincero, romântico, que faça eu me sentir especial e tenha olhos só para mim.”

Significado real: “Homem tem que ter pegada!!! Isso de ficar cheio de carinhos e cuidados até que é legal com amigo, mas com namorado não funciona, fica grudento. Homem tem que chegar agarrando, não ligar no dia seguinte e flertar com outras, porque aí sim dá aquele toque de cafajestagem a ele que deixa qualquer cara irresistível. Obviamente que ter carro e ser playboyzinho é fundamental.”

Continuar lendo

Workaholic – O homem escravizado, doente e atolado na Matrix Profissional

     por Mandrake – 2010

Workaholic é um fenômeno comportamental, ou melhor, uma faceta da matrix profissional que está cada vez mais crescente na sociedade, tendo maior incidência em organizações que possuem uma cultura extremamente competitiva.

Estar absorvido de maneira intensa com o trabalho, com longas jornadas diárias, carga horária de trabalho descomedida, ritmo veloz de se trabalhar e busca desenfreada de resultados são fortes indícios que podem contribuir para que o homem se torne workaholic.

É importante não confundir “trabalhar demais” com ser “viciado em trabalho”. Quem trabalha demais e distingue as fronteiras entre a vida profissional e a pessoal, consegue viver normalmente, quando não está trabalhando. Enquanto os viciados em trabalho, na maior parte dos casos, não têm vida pessoal e não conseguemviver tranquilamente fora do trabalho. Continuar lendo