Frutos da discordância

por Nikolay – 2010

Estava lendo um texto no Blog RM “Controle Emocional IV – Paz Interior” e me despertei com o inicio do texto “Primeiro vamos à definição primária da palavra PAZ. PAZ é nada mais nada menos que AUSÊNCIA DE GUERRA!”

Comecei a escrever para criticar algumas lições e tal e deu nesse texto que irei postar, talvez sirva para algo.

Encontro a Paz no meio da guerra, nas minhas derrotas sofridas, nas minhas conquistas realizadas. Não consigo encontrar a paz estando fora de alguma disputa. Pois ficarei em paz para quê? Para alimentar meu ego? Para refletir sobre a vida, enquanto outros estão lutando para ter ela com dignidade? Só posso meditar sobre a vida após ter estado em algum duelo, como enfrentar a realidade nua e crua.

O problema são as pessoas que desejam estar em Paz sem querer sujar as mãos, isso é injusto, para que então vamos para as trincheiras da superação? Para conquistar vitórias que serão usadas como brindes para aqueles que tem medo de ir para o combate? Não, não sou assim.
Prefiro estar morto com o dever cumprido do que estar vivo tentando esquecer dos meus deveres! Continuar lendo